Skip to main content

Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas – 5 pontos para entender tudo!

O profissional de odontologia que queira dar um upgrade em sua carreira sabe que para se tornar referência de uma área vai precisar fazer a Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas. Desde que o Conselho Federal de Odontologia soltou a Resolução 198/2019, o dentista tem reconhecido o trabalho na odontologia estética, que é uma área […]
Como o dentista pode se especializar em Harmonização Orofacial?

O profissional de odontologia que queira dar um upgrade em sua carreira sabe que para se tornar referência de uma área vai precisar fazer a Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas.

Desde que o Conselho Federal de Odontologia soltou a Resolução 198/2019, o dentista tem reconhecido o trabalho na odontologia estética, que é uma área que cresceu 300% nos últimos anos. Tanto é que nunca se falou tanto em procedimentos como bichectomia, clareamento, entre tantos outros.

O que saber da Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas

Para o profissional que está em busca de um curso que o capacite, basta ficar atento ao que pede a resolução. Sendo assim, separamos os seguintes tópicos!

1 – Carga Horária Mínima

Serão reconhecidos como cursos de especialização em Harmonização Orofacial os que contenham carga horária mínima de 500 (quinhentas) horas, divididas, no mínimo, 400 (quatrocentas) horas na área de concentração, 50 (cinquenta) horas na área conexa e 50 (cinquenta) horas para disciplinas obrigatórias.

2 – Disciplinas Obrigatórias

Na área de concentração deverão constar, no mínimo, disciplinas de preenchedores faciais e toxina botulínica, fios orofaciais, lipoplastia facial, agregados leuco-plaquetários autólogos, mesoterapia e indutores percutâneos de colágeno e fototerapia facial.

Na área conexa deverão constar, no mínimo, disciplinas de anatomia de cabeça e pescoço, histofisiologia, anatomia da pele (epiderme, derme e tecido subcutâneo), farmacologia e farmacoterapia.

Na área obrigatória deverão constar, no mínimo, as disciplinas de ética e legislação odontológicas, metodologia científica e bioética. Assim, a grade curricular é importante de ser avaliada durante a Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas.

3 – Especialização do Coordenador

O Coordenador do curso de especialização em Harmonização Orofacial deve ser, no mínimo, pós-graduado (stricto sensu) em Odontologia.

4 – Corpo Docente

O corpo docente da área de concentração deverá ser composto, exclusivamente, por especialistas em Harmonização Orofacial registrados no Conselho Federal de Odontologia.

5 – Título de Especialista

Esse talvez seja um dos pontos sobre a Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas que mais geram dúvidas. Então, vamos subdividi-los a partir das possibilidades.

Instituições Credenciadas

O Conselho Federal de Odontologia registrará o título de especialista em Harmonização Orofacial exclusivamente obtido por instituições credenciadas pelo Sistema Conselho ou de ensino regulamentadas pelo MEC.

Conclusão antes da Resolução

Também terá direito ao registro como especialista em Harmonização Orofacial o cirurgião-dentista que apresentar, a qualquer tempo, o certificado de conclusão ou comprove a efetiva coordenação de curso de especialização nesta área iniciado antes da vigência desta norma e regulamentado pelo MEC.

Especialização em Harmonização Orofacial

Além do que tiver especialidade registrada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, comprove, em até 180 (cento e oitenta) dias, atuação efetiva em harmonização orofacial nos últimos 5 (cinco) anos.

Cursos com o mínimo de horas

Ou qualquer outra especialidade registrada desde que comprove, em até 180 (cento e oitenta) dias, atuação efetiva nos últimos 5 (cinco) anos e a realização de cursos, que totalizem no mínimo 360 (trezentas e sessenta) horas.

Além disso, a Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas que venha dessa forma tem que contemplar conteúdos práticos com pacientes na área de preenchedores faciais e toxina botulínica, fios faciais, lipoplastia facial, agregados leuco-plaquetários autólogo, mesoterapia e indutores percutâneos de colágeno e fototerapia facial.

Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas

A polêmica com os médicos

Se o assunto é sobre a Especialização em Harmonização Orofacial para dentistas não podemos deixar de lembrar da polêmica com os médicos, que percorreu por longa data. No entanto, através de várias Resoluções ficou comprovado que o dentista pode sim atuar na estética.

Recentemente, fizemos um texto bem legal e dinâmico que menciona isso através de um histórico. Leia para saber tudo sobre essa relação entre médicos e dentistas na estética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *