Skip to main content

Cursos de odontologia EAD – CFO veta registro de alunos

Um dos fatores levados em consideração é o risco apresentado pela modalidade à qualidade da formação e também aos pacientes. Essa é a explicação do CFO com relação aos cursos de odontologia EAD. Em mais um passo contra as ações de cursos de graduação totalmente à distância – EAD, agora foi a vez do Conselho […]
conselho-odontológico-ead

Um dos fatores levados em consideração é o risco apresentado pela modalidade à qualidade da formação e também aos pacientes. Essa é a explicação do CFO com relação aos cursos de odontologia EAD.

Em mais um passo contra as ações de cursos de graduação totalmente à distância – EAD, agora foi a vez do Conselho Federal de Odontologia proibir a inscrição e o registro de alunos egressos nesta modalidade.

Através da Resolução 197, de 29 de janeiro de 2019, o CFO impede que estes alunos sem registro atuem em todo o território brasileiro.

A defesa da publicação considera, principalmente, a existência de conteúdos práticos laboratoriais, clínicos e cirúrgicos seja inerentes e indispensáveis à formação dos cirurgiões-dentistas, bem como a indispensável interação profissional-paciente.

Outro fator importante destacado na resolução sobre os cursos de odontologia EAD é que a expansão das autorizações coloca em risco a qualidade da formação dos profissionais e, pior, coloca em risco a qualidade dos serviços ofertados à sociedade.

cursos de odontologia EAD

Outro fator destacado é a quantidade de projetos distintos que são contra a oferta de cursos de graduação na modalidade EAD em tramitação no Congresso Nacional.

Para o presidente do conselho, Juliano do Vale, o convívio prático entre aluno e paciente ainda no ambiente acadêmico é essencial, o que vai na contramão da ideia dos cursos de odontologia EAD.

“Em hipótese alguma vamos aceitar esse tipo de curso. Não podemos colocar em risco a saúde da população”.

Em publicações do CFO nas redes sociais, profissionais e adeptos comemoraram a decisão. “Se já sofremos com as “Clínicas Populares” em que os ‘dentistas’ supostamente frequentaram as carteiras de uma faculdade, imagina aprender odontologia a distância?”, disse uma usuária.

Área da saúde contra cursos de odontologia EAD

Em um cenário de real preocupação, outras entidades já haviam se posicionado contra a atuação de profissionais formados por graduações 100% EAD.

Os conselhos de Farmácia, Biomedicina, Enfermagem, entre outros, já publicaram resoluções proibindo o registro de alunos e dando um basta neste tipo de qualificação, que ameaça o bem estar dos pacientes e a qualidade do atendimento.

Pois é, pessoal. A cada dia que passa o cerco para quem prefere escolher o caminho “mais fácil” fica “mais difícil”. Se é que vocês me entendem?

Essa decisão é mais uma prova de como é importante o investimento em boas graduações.

Atualmente, pós-graduações também investem em aulas 100% práticas, o que é bem diferente dos cursos de odontologia EAD. Vocês sabiam? É a oportunidade que vocês têm de diferenciar boas instituições e garantir que estará preparado para o mundo da odontologia e suas vertentes.

Conheça as melhores oportunidades no mercado de trabalho da odontologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *