Fios de sustentação: técnica possui diversos benefícios para a estética bucal

A odontologia estética continua inovando e os fios de sustentação é mais uma aposta do setor, unindo beleza facial e sorriso perfeito. Os fios de sustentação continuam sendo sensação do setor de estética. Afinal, quem não querer manter o rosto mais jovial e belo, não é mesmo? Porém agora, o procedimento também pode ser aplicado […]
fios-odontologia

A odontologia estética continua inovando e os fios de sustentação é mais uma aposta do setor, unindo beleza facial e sorriso perfeito.

Os fios de sustentação continuam sendo sensação do setor de estética. Afinal, quem não querer manter o rosto mais jovial e belo, não é mesmo? Porém agora, o procedimento também pode ser aplicado em benefício dos pacientes de odontologia.

Minimamente invasiva, a técnica permite o rejuvenescimento prolongado da face através da utilização de fios. Trata-se de um procedimento simples, não cirúrgico, realizado sob anestesia local, de maneira rápida (20 a 45 minutos).

Amplamente utilizados na Europa, Ásia e EUA o tratamento tem como principal diferencial a capacidade de ancoragem, tração, de seu fio reabsorvível, feito à base de PDO (polidioxanona). A tecnologia de fabricação e design dos fios garante um procedimento minimamente invasivo, de efeito imediato, extremamente eficaz e mais duradouro, quando comparado a alternativas disponíveis no mercado.

Saiba as vantagens da implantação de fios de sustentação

O grande destaque é o resultado imediato, a recuperação é muito tranquila, após 2 ou 3 dias o paciente já pode retornar as suas atividades, tomando alguns cuidados. Outro benefício é que os fios induzem a formação de colágeno pelo organismo, constituindo então uma forma de tratamento também em longo prazo, possibilitando não somente o lifting facial, mas tratando também a flacidez, os sulcos e rugas.

O tempo de duração da técnica depende do grau de flacidez, do tipo de fio e da combinação com outros tratamentos. O resultado pode ser notado até cerca de dois anos e meio depois da aplicação. Muito bom, não é?

O que garante o efeito não é o fio propriamente dito, mas sim a formação de uma rede de colágeno, que é formada sobre o músculo e abaixo da pele tratada, sendo a principal responsável pela sustentação da pele. Com o passar do tempo, pode-se optar por colocar outros fios, em localizações diferentes na face, conforme a necessidade.

Indicações da utilização dos fios para cirurgiões-dentistas

São diversas os benefícios da técnica para fins estéticos. Alguns deles são: Reposicionamento dos tecidos, melhorando a tonicidade da pele e suavizando as marcas de expressão; Correção de flacidez (papadas) em região submentoniana; Sequelas de traumatismos em região perioral (mordeduras, traumas avulsivos parciais); Otimização no contorno do lábio leporino; Complementação das terapias com TB, preenchedores periorais e labiais; Sorriso assimétrico; Correção de sulcos nasolabiais e rugas de marionete persistentes após recuperação de DV; Bruxismo intenso ou perda de suporte dentário posterior; Rítides labiais de fumantes e otimização da estética orofacial, após reabilitações dentárias extensas.

Sou cirurgião-dentista, como posso atuar?

Para profissionais de odontologia que querem avançar o nível e oferecer este maravilhoso procedimento aos seus pacientes, já existe instituições que oferecem Curso de Fios PDO. O tratamento é de aumentar os ganhos e faturamento do seu consultório, lhe inserindo num dos procedimentos mais rentáveis no mercado da saúde estética. Ainda há tempo. Se especialize e leve jovialidade aos seus pacientes! [widgetkit id=”30″ name=”BANNER CURSO DE FIOS DE SUSTENTAÇÃO PDO NEPUGA”]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2012-2021. Portal da Odontologia Estética.