A ozonioterapia é uma das práticas integrativas mais abrangentes que surgiu nos últimos tempos e pode ser utilizada na odontologia.

É um fato que a ozonioterapia tem ganhado espaço e credibilidade em meio a tantos outros tratamentos. A eficácia do procedimento é totalmente notável. Afinal, sua ação é indicada para combater cerca de 260 patologias.

A ozonioterapia é utilizada há mais de 100 anos em países como a Alemanha. Sendo assim, é uma técnica totalmente benéfica, sem deixar dúvidas.

Na odontologia, a eficácia é a mesma. Estudos recentes comprovam que o alto poder oxidativo e ação sobre bactérias, vírus e fungos indicam a ozonioterapia como tratamento complementar para diversos procedimentos que envolvem a boca no geral.

Prótese

As placas microbianas que se acumulam na superfície de adaptação das dentaduras são compostas por várias espécies de microrganismos, principalmente Cândida albicans.

Controlar esse acúmulo é essencial para a prevenção de inflamações. A aplicação de água ozonizada pode ser útil e contribuir com a redução de Cândida albicans das dentaduras.

Cáries

Alguns estudos disponíveis avaliaram a efetividade do ozônio sobre cárie de fóssulas e fissuras, cárie oclusal não cavitada e cárie primária de raiz, mostrando uma redução significante no número de microorganismos nas lesões in vitro ou com curto acompanhamento.

Em uma experiência, com a aplicação do gás sobre as lesões de cárie por um período de 10 a 20 segundos, ocorreu a redução de 99% do número de microorganismos presentes na carie in vivo.

Periodontia

Examinando o efeito da água ozonizada sobre microrganismos e placa dental, quase nenhum microrganismo foi detectado após o tratamento com a substância por 10 segundos.

Quando a placa dental experimental foi exposta à água ozonizada, o número de celular viáveis mais uma vez diminuiu. A água ozonizada inibiu fortemente a formação da placa dental in vitro. Estes resultados sugerem que a água ozonizada pode ser útil para reduzir infecções causadas por microrganismos presentes na placa dental.

Endodontia

O poder oxidativo do ozônio caracteriza-o como um eficiente antimicrobiano e sua indicação para a terapia endodôntica parece ser muito apropriada.

Sua ação antimicrobiana foi demonstrada em pesquisas in vitro sobre cepas das bactérias, tais como micobacteria.

Dentistas já estão aderindo ao ozônio

É isso mesmo! A ozonioterapia é considerada prática integrativa e complementar ao tratamento odontológico. Ou seja, você dentista, pode investir e se especializar.

O melhor de tudo é que a prática foi regulamentada pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), a partir da Resolução 166 de 24 de novembro de 2015.

O reconhecimento dado pela CFO é um ganho inestimável para o nosso país. O apoio de uma entidade renomado, empenha e que se importa com seus profissionais é mais uma forma de comprovar o quanto a terapia é válida e precisa ser aproveitada.

Então, não perca tempo e abra os olhos para o futuro. Se especialize já em um curso avançado de ozonioterapia e garanta mais qualidade de vida aos seus pacientes!

Curso De Ozonioterapia Para Dentistas

Deixe aqui seu Comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pela Odontologia Estética - Página com as últimas notícias da área da Estética Odontologia sobre formação, legislação, eventos, congressos, procedimentos, medicamentos, equipamentos e pesquisas acadêmicas.