Técnica é a mistura gasosa de ozônio e oxigênio tem conquistado espaço nas clínicas pelo alto poder oxidativo e ação antimicrobiana

A descoberta de novas técnicas que auxiliam no tratamento de doenças bucais é uma busca constante na odontologia. A ozonioterapia, método que utiliza a mistura gasosa de ozônio e oxigênio para fins terapêuticos, é uma dessas descobertas e tem conquistado espaço nos consultórios.

O ozônio tem se mostrado efetivo contra os micro-organismos patogênicos. Além disso, tem efeito antibacteriano no biofilme, úlceras, aftas, herpes, mucosite, endodontia, clareamento, periodontia e implantodontia, auxiliando no processo de reparos. Por ser um gás, ele tem a vantagem de penetrar em toda a rede de canais do dente”, explica Taís Cristina da Rosa, cirurgiã-dentista de João Pessoa/PB.

A ozonioterapia é oficializada em 14 países e, no Brasil, é reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia desde 2015.

Ozonioterapia na odontologia SIM!

Na odontologia, a substância pode ser utilizada nas infecções peridontais, abcessos, tratamentos de canais, e na harmonização orofacial .

Sendo um dos principais objetivos da profissão, em relação ao uso do ozônio, é a eliminação de micro-organismos, como bactérias e fungos e a reparação de tecidos.

A substância só traz benefícios e o seu uso contribui com melhora da cicatrização e com o aumento da concentração de oxigênio na região bucal prejudicada, melhorando assim, o desempenho do sistema imunológico, tem ação anti-oxidante.

O procedimento é seguro e pode ser aplicado em homens e mulheres de todas as idades. Lembrando que, entre as principais características da técnica está a biocompatibilidade, que é a capacidade de um material ou substância de ser compatível com tecidos vivos.

A técnica é segura, desde que empregada de acordo com os protocolos estabelecidos e reconhecidos mundialmente, e por um profissional totalmente qualificado e habilitado.

Países como Alemanha, Itália, Espanha e Cuba utilizam o ozônio com frequência em seus sistema de saúde. No Brasil, este método está ganhando força e proporcionando bem estar e saúde aos pacientes.

Dentistas estão explorando também a odontologia estética

Umas das facetas da odontologia é sempre conseguir inovar em tratamentos, perante a um público que, a cada dia que passa, quer melhorar sua aparência. Agora, os dentistas exploram a odontologia estética, trazendo rejuvenescimento e feições uniformes aos rostos.

Com o reconhecimento da harmonização facial como especialidade odontológica, por meio da resolução 198/2019 que permite regulamentar os cursos de formação dessa área que estavam sem medida norteadora.

O presidente do CFO esclarece que o objetivo, a partir de agora, é tornar obrigatória a quantidade mínima de carga horária, a titulação dos professores que irão ministrar o curso, bem como a titulação do coordenador do curso, para assim, preparar cada vez melhor os Cirurgiões-Dentistas para o mercado.

E aí, gostou da matéria? Que tal conhecer mais sobre este tratamento e levar essa revolução para seu consultório? Então clique no banner abaixo e saiba mais!!

Deixe aqui seu Comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pela Odontologia Estética - Página com as últimas notícias da área da Estética Odontologia sobre formação, legislação, eventos, congressos, procedimentos, medicamentos, equipamentos e pesquisas acadêmicas.